Декабря 14, 2017


Pesquisa do IBGE revela que falta trabalho adequado no Brasil

18 Ноября 2017, 12:08 | Emilia Moreno

Pesquisa do IBGE apontou que pretos e pardos são maioria dos desempregados

Pesquisa do IBGE apontou que pretos e pardos são maioria dos desempregados

No terceiro trimestre do ano passado, a taxa de subutilização da força de trabalho estava em 21,2%.

Os menores índices foram observados em Santa Catarina (10,9%), Mato Grosso (14,8%) e Rondônia (15,5%).

Subutilizado é um conceito que abrange a população desempregada, subocupadas por insuficiência de horas (estão empregadas, mas gostariam e poderiam trabalhar mais) e a força de trabalho potencial (pessoas que não buscam emprego, mas estão disponíveis para trabalhar).

Em São Paulo, a taxa de desemprego era de 13,2% no terceiro trimestre. E o Maranhão aparece na terceira posição, com 37% da força de trabalho subutilizada. Entre pretos, o índice subiu 10% em relação ao segundo trimestre, e 12% ante 2016. No 3º trimestre de 2017, a taxa de desocupação no Brasil foi estimada em 12,4%.

Apesar do bom resultado na comparação trimestral, o Nordeste permanece registrando a maior taxa de desocupação entre todas as regiões do país.

Apesar de serem a maioria, o rendimento desta população é muito menor do que o das brancas visto que o rendimento dos trabalhadores negros e mulatos calculado pelo IBGE para aquele período foi 1.531 reais (400 euros), enquanto o dos brancos correspondeu a 2.757 reais (710 euros).

A massa de rendimento médio real habitual dos ocupados registrou alta de 1,4% frente ao segundo trimestre, ficando em R$ 188,1 bilhões. Em números, os dados representam 26,8 milhões de trabalhadores sem trabalho adequado no Brasil.

Читайте также: Firefox lança versão Quantum, a mais rápida já disponível (beta)

Regionalmente, a análise destacou um quadro diferenciado.

Na distribuição da população ocupada por grupo de atividades, a participação dos pretos e pardos era superior à dos brancos na agropecuária, na construção, em alojamento e alimentação e, principalmente, nos serviços domésticos, categoria em que eles representam 66% do contingente total. Vale mencionar que no mesmo período de 2012, os pardos representavam 51,9% dessa população; seguido dos brancos, com 38,3% e dos pretos, com 9,3%.

Dos 23,2 milhões de pretos e partos empregados no setor privado no país no terceiro trimestre deste ano, 16,6 milhões tinham carteira de trabalho assinada.

A Pnad mostra ainda que, entre os ocupados, 57,3% tinham concluído pelo menos o ensino médio.

De acordo com a pesquisa, o percentual desta população com este tipo de ocupação somou 26,1% no primeiro trimestre deste ano. As regiões Sul, com 59,4% e Centro-Oeste, com 59,3% detiveram os maiores percentuais de pessoas trabalhando e que estão em idade de trabalhar. A menor é da região Sul, de 14,8%.

No País, o nível de ocupação dos homens ficou em 64,1% e o das mulheres, em 45%. O Sudeste foi o com menor discrepância, com 18 pontos. Ao todo, são 278 mil trabalhadores desocupados, cerca de 13% da força de trabalho, e 84 mil subocupados, 7% da população em idade para trabalhar.

При любом использовании материалов сайта и дочерних проектов, гиперссылка на обязательна.
«» 2007 - 2017 Copyright.
Автоматизированное извлечение информации сайта запрещено.

Код для вставки в блог



Other News

Trending Now

Ex-governador de Mato Grosso do Sul é preso pela PF
O novo delator teria recebido comissões variáveis pelos serviços de entrega, que podiam ser de R$ 60 mil, R$ 80 mil ou R$ 200 mil. O montante de desvio comprovado, até o momento, é de R$ 235 milhões, conforme divulgou o delegado da PF, Cléo Mazzotti.

Como ficou a lei com a nova MP publicada — Reforma trabalhista
Segundo a MP, não caracteriza a qualidade de empregado o fato de o autônomo prestar serviços a apenas um tomado de serviços. Para Maia, a MP poderia configurar interferência do governo nos trabalhos do legislativo.

Santa Casa realiza mutirão de rastreamento do câncer de próstata — Novembro Azul
Aos 62 anos, o servidor Nelson Mira, conta que pelo histórico familiar faz os exames desde os 40. O movimento "Novembro Azul" surgiu na Austrália, em 2003.

Mesmo baleado, soldado norte-coreano consegue fugir para Coréia do Sul
O oficial do ministério sul-coreano disse que a condição e o escalão militar do soldado continuaram a ser verificados. Apesar do nome, a Zona Desmilitarizada, ou DMZ, é provavelmente a fronteira mais militarizada do mundo.

Ministro das Cidades entrega carta de demissão a Temer
Na semana passada, foi a vez do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de pressionar os ministros a desembarcarem do governo. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

União Europeia aprova sanções contra o regime venezuelano
A UE reitera ainda o seu "total apoio aos esforços regionais e internacionais em curso para encontrar uma solução duradoura para a crise".

Trump promete un "gran anuncio" sobre Corea del Norte
Anteriormente, durante su estadía en Vietnam, el presidente de EEUU instó a todas las naciones responsables a actuar para garantizar que Corea del Norte no siga amenazando al mundo.

Brasileirão: Bahia e Atlético-MG ficam no empate em Salvador
O Atlético-MG abriu o marcador aos 5 minutos com Robinho , sendo este o placar do primeiro tempo . O vacilo do alvinegro fica mais evidente se considerarmos os outros resultados da rodada.

Empresário que Gilmar Mendes mandou soltar é alvo de novo da PF
Os R$ 240 milhões restantes referem-se a pessoas com prerrogativa de foro privilegiado. A Ponto Final foi deflagrada em julho.

O ERP como ferramenta vital — Reforma Trabalhista
Para ele, a reforma entra em vigor sem ter sido discutida com a sociedade e sem ajustes, com apoio unilateral do empresariado. Haverá uma quarentena de 18 meses que impede que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado.