estacaogeek.com
estacaogeek.com Outubro 18, 2017


Número de pedidos de refúgio no Brasil em 2016 sobe 23%

20 Junho 2017, 01:37 | Edna Do Rosario

O número de pedidos de refúgio também registrou crescimento de 23,6

Nazeer Al-Khatib  AFP

Conflitos locais, guerra civil e fome fizeram com que o número de refugiados e deslocados no mundo aumentasse ainda mais em 2016, revelou o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) nesta segunda-feira, 16.

"Citado pela Lusa, o responsável indicou que "o número global de 65,6 milhões reflete um ligeiro aumento face aos 65,3 milhões" de 2015".

Quase 70 anos depois dos palestinos terem abandonado o que se tornou o Estado de Israel, quase 5,3 milhões de palestinos continuam vivendo em acampamentos de refugiados, o maior nível já registrado, segundo a ACNUR. "Esse tipo de deslocamento representa quase dois terços dos deslocamentos forçados em todo o mundo", acrescenta a organização.

Presidente da Colômbia cancela visita a Portugal
Por sua vez, o ELN condenou o ataque e disse que "jamais faria ações com o objetivo de atingir a população civil". O atentado de ontem foi o segundo com gravidade ocorrido este ano na capital colombiana.

O Sudão do Sul também aparece em destaque nos números de 2016, onde "a desastrosa ruptura dos esforços de paz contribuiu para o êxodo de 739,9 mil pessoas entre julho e dezembro". Para o Acnur, os números indicam a necessidade de consolidar mecanismos de proteção para essas pessoas e de suporte para países e comunidades que apoiam refugiados e outras pessoas deslocadas.

O ACNUR também estima que, até o final de 2016, ao menos 10 milhões de pessoas não tinham nacionalidade ou corriam risco de se tornarem apátridas.

Mas, durante 2016, os conflitos entre o governo do Sudão do Sul e grupos rebeldes trouxeram um novo elemento à crise humanitária. Do total de deslocados e refugiados no mundo, 84% vivem atualmente em países de renda média a baixa, o que, segundo o porta-voz do ACNUR no Brasil, Luiz Fernando Godinho, desmitifica a ideia de que são os países mais desenvolvidos que mais ajudam as pessoas forçadas a deixar seus locais de origem. "No total, já são 1,87 milhão de refugiados originários do Sudão do Sul". Já a Turquia alberga o maior número de refugiados (2,9 milhões) seguido do Paquistão (1,4 milhão) e do Líbano (1 milhão).

Colisão entre navio dos EUA e cargueiro deixa 7 desaparecidos
E o navio de bandeira filipina estava atracado no cais de Tóquio , onde a tripulação começaria ser interrogada sobre o acidente. O Exército americano também enviou um outro destróier, um barco especializado em assistência médica, e dois rebocadores.

Houve 2 milhões de novos pedidos de asilo em 2016.

"O retorno de refugiados e deslocados internos para as suas casas, em conjunto com outras soluções como reassentamento em outros países, significou melhores condições de vidas para muitas pessoas no ano passado". A Síria, Iraque e Colômbia são os países com maior número de refugiados internos. "É preciso reconhecer o enorme esforço que esses países fazem e levar isso em consideração quando países industrializados se opõem a receber dezenas ou centenas de pessoas", observou o alto-comissário da ONU. No total, cerca de 37 países aceitaram 189.300 refugiados para o reassentamento.

O ACNUR elabora o relatório "Tendências Globais" anualmente com base em seus próprios dados, do Internal Displacement Monitoring Centre e dos governos. Leia a íntegra do documento em inglês e em espanhol.

António Costa quer expulsão de eurodeputado Manuel dos Santos
Estes 'tweets' começaram com críticas aos deputados socialistas do Porto que votaram na Assembleia da República uma saudação à candidatura de Lisboa para acolher a Agência Europeia do Medicamento (EMA).



Other News

Trending Now

Homem é preso após avançar com faca em policiais no Parlamento britânico
"O homem - com 30 e poucos anos - foi preso", disse a polícia, que usou um taser para imobilizar o suspeito. Um homem armado com uma faca foi detido perto do parlamento britânico, avança a imprensa britânica .

Ministro interino do governo Temer pede demissão
O deputado paraibano André Amaral, um dos defensores da vaquejada, é um dos nomes cotados para o cargo, de acordo com o Estadão. Ele, que substituía Roberto Freire (PPS), enviou uma carta ao presidente Michel Temer (PMDB) comunicando a decisão.

Mitos e verdades sobre a doação de sangue
Estamos nos aproximando do inverno e do período de férias escolares, períodos em que as doações de sangue caem pelo menos 50%. Em 2016, o Ministério da Saúde, investiu mais de R$ 1 bilhão na rede de sangue e hemoderivados (hemorrede).

Segundo jornal inglês, dirigentes do Chelsea cogitam demissão de Conte após polêmica
A forma como o treinador revelou sua vontade ao jogador e a proporção do caso na imprensa não foram bem recebidas pelos dirigentes.

Joesley Batista depõe à PF e mantém versão sobre encontro com Temer
O trecho em que o empresário teria falado que fazia contribuições mensais ao ex-presidente da Câmara, no entanto, está inaudível.

Secretário-geral da ONU lamenta partida de amigo com morte de Kohl
O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, saudou a memória deste homem que foi "a própria essência da Europa". Kohl estava frágil e de cadeira de rodas desde que sofreu uma grave queda em 2008.

Benfica vende Marçal ao Lyon por 4,5 milhões de euros
Foi, de longe, um dos melhores jogadores ao nível das assistências da Ligue 1 na última época. O lateral-esquerdo Marçal é reforço do Lyon para as próximas quatro temporadas.

Marco Aurélio nega pedido de Aécio para ser julgado no plenário
Na última terça (13), a maioria dos ministros da Primeira Turma do STF decidiu manter a prisão da irmã de Aécio, Andréa Neves . Na decisão, Marco Aurélio afirma que "o desfecho desfavorável a uma das defesas é insuficiente ao deslocamento".

Irritado, técnico de Portugal defende CR7: 'Ponho a mão no fogo'
A anfitriã Rússia , no dia 21, e a Nova Zelândia , a 24 deste mês, são os restantes adversários de Portugal no Grupo A. O Portugal-México está agendado para domingo, a partir das 18h locais (16h em Lisboa), na Arena Kazan .

Origins vai levar a franquia para o Antigo Egito — Assassin's Creed
O sistema de combate parece mais ágil, principalmente com o herói usando escudo e uma arma típica da região. Uma revelação feita na conferência de imprensa da Microsoft na E3 2017 , que decorre em Los Angeles.